Poetas sem Fronteiras
Blogging in the Wind

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A nuvem e a Praia Vermelha




A nuvem com cara de soldado
Firmou-se no céu
Tapou-me o sol

Com o Sudoeste soprando
Desfazendo-se em outra máscara
Foi lamber o Pão de Açúcar
 Como se o nimbo desvairado
Sugasse no bico da rocha
O seio só da sua cidade

Mais adiante, um novo sopro
A ordem e o ato irreversível

Em mil baionetas caladas
A nuvem suicidou-se no mar

Um comentário:

  1. Não canso de lê-la...
    A sua foto (do black blog, rsrs..) está ótima - um momento especial. Lembrei-me da "No canil com a monarquia"...
    Claudia Leone

    ResponderExcluir